promised land

promised land

os filhos de israel rumo a terra prometida

16h ago
SOURCE  

Description

História de Israel: Os Descendentes de Abraão A história de Israel começa com a aliança de Deus com Abraão em aproximadamente 2000 AC: "de ti farei uma grande nação" (Gênesis 12:2). O nome "Israel" (o qual significa "um que luta vitoriosamente com Deus" ou "um príncipe que prevalece com Deus") vem do novo nome que Deus deu a Jacó, o neto de Abraão, quando ele prevaleceu em uma luta espiritual em Jacó Peniel (Gênesis 32:28). É neste ponto que os descendentes de Abraão, Isaque e Jacó são muitas vezes mencionados como os "filhos de Israel". História de Israel: A seleção de uma nação especial A história de Israel começou ainda antes de 2000 AC. Na verdade, a seleção de Israel como uma nação especial foi uma parte do plano de Deus desde o início dos tempos. A escolha de Deus da nação de Israel como o Seu "povo escolhido" não foi devido a qualquer tamanho, natureza ou atração especiais. Na verdade, a nação de Israel foi a de menor número entre todas as outras nações (Deuteronômio 7:6-8). Pelo contrário, Deus escolheu estas pessoas por causa de Seu amor por eles e por causa de Sua aliança incondicional com Abraão. Isso não quer dizer que Deus amava a Israel mais do que os outros povos; isso significava apenas que Ele queria usar Israel como o Seu meio de amar e abençoar a todos. Foi o plano de Deus desde o início usar Israel para trazer o Messias, o qual iria atuar como o salvador de todo o mundo. História de Israel: O Registro Bíblico A história de Israel, conforme descrita na Bíblia, abrange cerca de 1800 anos. Ela proclama uma narrativa dinâmica dos milagres, julgamentos, promessas e bênçãos de Deus. Israel começa como uma promessa unilateral a um homem, Abraão. Por mais de 400 anos, Abraão e seus descendentes dependem dessa promessa, mesmo durante um período significativo de escravidão no Egito. Em seguida, por meio de uma série de acontecimentos milagrosos incríveis, Deus liberta os israelitas do Egito no Êxodo (em hebraico: "saída"). O Êxodo é a ocasião que a maioria dos judeus enxergam como a fundação da nação de Israel. O Êxodo é o ato de libertação que habita no coração dos israelitas como uma demonstração do amor de Deus e da proteção de Israel. Uma vez que o Êxodo foi completado, Deus estabeleceu uma aliança condicional com os israelitas no monte Sinai. Foi lá que Deus proclamou a Sua Lei (os Dez Mandamentos). Foi lá que Deus prometeu bênçãos para os que obedecem a Sua Lei e maldições para os que a desobedecem. O resto da história de Israel como registrada na Bíblia é um ciclo contínuo de bênção (pela obediência de Israel) e castigo (pela desobediência à Lei de Deus). Durante os tempos de vitória e derrota, o rei e os juízes, os sacerdotes e profetas, restauração e exílio - os israelitas são abençoados quando obedecem a Deus e disciplinados quando não O obedecem. Como nação, Israel foi destruída pelos romanos em 70 DC. Naquele tempo, os judeus se espalharam pelo mundo todo, mantendo a esperança por causa das promessas proféticas de um eventual retorno à terra que Deus deu a Israel. Em 1948, depois de quase 1900 anos, Israel foi novamente declarada uma nação soberana e oficialmente restabelecida na terra prometida. Através de uma série de eventos miraculosos, incluindo os judeus retomando a posse de Jerusalém em 1967, esta geração está testemunhando o cumprimento da profecia que diz respeito à nação especial de Deus. História de Israel: O Grande Propósito de Deus Por que é que tanto da Bíblia se centraliza na história de Israel e no futuro do seu povo? Por que uma nação foi escolhida como o "povo escolhido de Deus"? Estas perguntas são respondidas quando examinamos o grande propósito de Deus para Israel. Quando Deus fez a promessa incondicional a Abraão de que Ele faria de seus descendentes uma grande nação, Deus também prometeu abençoar todas as pessoas através dessa nação (Gênesis 12:1-3). Portanto, Israel nunca foi considerado o único recipiente das bênçãos de Deus, mas sim um canal de distribuição das bênç...