a c

a c

Incêndio na fábrica de reciclagem de plástico em Proença-a-Nova

8m ago
SOURCE  

Tags

Description

O incêndio que ao final da tarde de ontem (18H00) deflagrou no parque industrial da Linha Ambiente, uma empresa de reciclagem de plásticos, localizada no perímetro da antiga Sotima, nas proximidades de Proença-a-Nova, ficou dominado duas horas depois. O incêndio iniciou no parque exterior e a céu aberto da fábrica,onde se recolhem os fardos de plásticos para reciclagem e rapidamente atingiu o material que serve de matéria prima à unidade transformadora. A pronta intervenção dos bombeiros, com grande dispositivo no terreno, com camiões de tanques de água e máquina de rasto, auxiliado por um helicóptero, rapidamente circunscreveu o incêndio ao parque exterior da unidade fabril, evitando que se espalhasse à zona florestal e ao novo lagar que também se localiza no perímetro da antiga Sotima. Duas horas depois o sinistro estava praticamente dominado, procedendo-se à operação de rescaldo. João Paulo Catarino, presidente da Câmara de Proença-a-Nova, que prontamente se deslocou para o teatro de operação, em declarações à BBtv sublinhou que "se chegou a temer que pudesse alastrar na zona florestal, mas a intervenção musculada dos Bombeiros rapidamente circunscreveu as chamas e dominou o sinistro". O autarca adianta que "ardeu uma máquina nova da empresa, no valor estimado em 100 mil euros, que se espera esteja a coberto do seguro", sendo o prejuízo de maior monta. Questionado sobre o futuro da Linha Ambiente, João Paulo Catarino é perentório: "Penso que a empresa vai ultrapassar esta situação e que os 17 postos de trabalhos serão assegurados".